Notícias

Saiba quais produtos geram mais créditos na Nota Fiscal Paulista

Sempre que associa seu CPF às compras, o consumidor do Estado de SP acumula créditos que podem ser resgatados em conta corrente. O valor varia de acordo com o tipo do estabelecimento.

Com base nas informações divulgadas pela Secretaria da Fazenda, a equipe do Promoções.BIZ preparou uma lista com os locais (e itens) que oferecem maior retorno financeiro.

Vale lembrar que é fake a história de que um produto que não gera crédito anula a pontuação das demais mercadorias.

Veja abaixo a relação de estabelecimentos e produtos que oferecem maior recompensa financeira:

30%: Açougues, bancas de jornal, livrarias e peixarias.

20%: Brechós, concessionárias de motocicletas novas e usadas, locais de recarga de cartuchos de impressoras, relojoarias, vidraçarias e lojas de antiguidades, de artigos de caça, de artigos fotográficos, de bijuterias, de conveniência, de discos, de instrumentos musicais, de lubrificantes, de objetos de arte, de peças usadas de carro, de pneumáticas e câmaras de ar, de produtos farmacêuticos homeopáticos e de telefones.

10%: Bares, casas de chá e suco, casas de doce, casas de frios, depósitos de bebidas, food trucks, lanchonetes, padarias, restaurantes e serviços de bufê.

5%: Concessionárias de carros novos e usados, duty frees, farmácias, joalherias, lojas de departamento, móveis e eletrodomésticos, mercados e supermercados, papelarias, pet shops, lojas de artigos de iluminação, de artigos médicos, de artigos de viagem e esportivos, de brinquedos, de calçados, de colchão, de ferramentas, de materiais de construção, de tecidos e todos os estabelecimentos varejistas não listados anteriormente.

Importante: fogos de artifício, bebidas em álcool, armas, munições e tabacarias não geram créditos.

Para acompanhar os ganhos acumulados e participar dos sorteios, é só instalar o aplicativo do programa NF Paulista ou acessar o site do programa em www.nfp.fazenda.sp.gov.br.

E por falar em dinheiro, o Banco Central anunciou durante a semana que vai lançar a nova cédula de R$ 200. Saiba mais aqui.

Com informações do UOL