Notícias

Claro é condenada a indenizar cliente por telemarketing insistente

Prática foi criticado por juiz do 7º Juizado Especial Cível de Brasília.

A empresa que faz reiteradas ligações publicitárias para telefone particular de idoso torna ainda mais angustiantes e perturbadores os dias de recolhimento durante a crise da Covid-19.

A situação ultrapassa os limites do mero transtorno ou dissabor para caracterizar violação ao direito da personalidade, gerando dever de indenizar por danos morais.

Assim decidiu o juiz Flávio Fernando Almeida da Fonseca, do 7º Juizado Especial Cível de Brasília, que condenou a Claro a pagar R$ 1,5 mil por repetidas ligações publicitárias feitas para o telefone particular de um idoso, mesmo depois de ele ter negado interesse nas ofertas.

A prática foi definida no processo como “incansável”, principalmente porque o idoso já deixara claro que não se interessava pelo serviço oferecido.

Com isso, o magistrado julgou abusiva a prática, impondo o dever de cessar imediatamente tais ligações, sob pena de multa diária.

Com informações do CONJUR

Artigos Recentes

Burger King vai dar copo Stanley na compra de milkshake

Saiba como participar da promoção.

2 semanas atrás

Sadia irá sortear 255 ingressos para o Lollapalooza; saiba como participar

O sorteio faz parte da promoção "Nuggets que te leva pro LollaBr só com S de Sadia".

2 semanas atrás

Para evitar associação a veneno, Kopenhagen muda nome de chocolate

Crocantinho tem as versões Tradicional, Black & White e Lingato.

2 semanas atrás

Ragazzo lança minicoxinhas de feijoada e outros sabores

Novidade já está disponível nos restaurantes e delivery.

3 semanas atrás

Como fazer o bolão da Mega da Virada e aumentar as chances de ganhar

Prêmio principal não acumula. Veja como apostar.

3 meses atrás

Funcionários dos Correios anunciam greve às vésperas da Black Friday

Federação dos trabalhadores enviou comunicado à imprensa.

3 meses atrás